terça-feira, 11 de fevereiro de 2014

O Filho de Mil Homens, Valter Hugo Mãe



"Um homem chegou aos quarenta anos e assumiu a tristeza de não ter um filho."

"Via-se metade ao espelho porque se via sem mais ninguém, carregado de ausências e de silêncios como os precipícios ou poços fundos. Para dentro do homem era um sem fim, e pouco ou nada do que continha lhe servia de felicidade. Para dentro do homem o homem caía."

"Acontecia assim porque, aos quarenta anos,(...) assumiu a tristeza para reclamar a esperança."


Sem comentários: