sábado, 8 de fevereiro de 2014

Leitura terminada


"Dessa maneira, aprendemos automaticamente que tudo o que é permitido é aborrecido e sem interesse, e que o proibido é divertido."

"Já não fazia a menos ideia do que era importante. O importante não tinha importância para mim. Não me interessava o ontem nem o amanhã. Não tinha qualquer projecto - só sonhos."

Os Filhos da Droga, Christiane F.

Sem comentários: