terça-feira, 28 de janeiro de 2014

Thérèse Desqueyroux




Através de uma amiga, ganhei um convite duplo para a ante-estreia deste filme, na sala vip do Amoreiras. Cadeiras mais confortáveis do que o normal, uma sala pequena, intimista, sem aquele ruído de fundo a pipocas. O filme, europeu, quase parecia em câmara lenta para alguém, como eu, habituada à velocidade da luz de Hollywood. Mas gostei. Do filme, no seu todo; das interpretações de Audrey Tautou e Gilles Lellouche, em particular. Um obrigada aos Amoreiras pela iniciativa!



Numa época em que os casamentos serviam para juntar terras e fortunas, Thérèse e Bernard não fogem ao destino que as suas famílias lhes teceram. Contudo, Thérèse tem uma alma de pássaro e cedo se sente prisioneira daquela relação supérflua e da vidinha de província.

Baseado num romance de François Mauriac, de 1927. Escritor que, nos anos 50, viria a ser galardoado com o prémio Nobel da Literatura.


1 comentário:

rainbow disse...

Um serão muito bem passado...e diferente do habitual, pelos vistos. E sabe ainda melhor quando não está nos nossos planos...Que bom!