domingo, 19 de janeiro de 2014

A verdade sobre o caso Harry Quebert, Joël Dicker - Pág.11-126


"Você é destro, mas, em posição de guarda, avança sempre o punho esquerdo: o primeiro directo atinge o adversário, seguido de um poderoso encadeamento do directo, que o aniquila."

"(...) ele é um homem, e os homens têm demónios."

"A vida é uma longa queda, Marcus. O mais importante é saber cair."

"Um texto nunca está bem (...). Há simplesmente um momento em que está menos mal do que antes."

"(...) a vida, de uma maneira geral, não tem sentido. A não ser que se esforce por lhe atribuir um e se bata em cada dia (...) para alcançar esse objectivo."

"Se não tem coragem para ir correr à chuva, também não tem coragem para escrever um livro."

"Levanto-me cedo, para que o mundo me pertença."

Sem comentários: