quarta-feira, 20 de novembro de 2013

O Estranho Desaparecimento de Esme Lennox




Há livros arrebatadores, que nos fazem questionar os dias desperdiçados, as decisões irrefletidas, os propósitos existenciais; livros que nos levam para viagens ao mais fundo de nós, que nunca mais esqueceremos. O Estranho Desaparecimento de Esme Lennox cola-se-nos desde a primeira frase. O discurso chega-nos, estranhamente, do interior; envolve-nos de tal modo que as vozes quase ecoam dentro das nossas cabeças, coabitando com os nossos valores e fobias. De repente, Esme Lennox é a prioridade do leitor. Não se consegue largá-la nem mais um minuto à sua sorte. Sentimos uma urgência no seu resgate e na reposição dos anos perdidos. O Estranho Desaparecimento de Esme Lennox é quase um tratado de resiliência, um túnel demasiado longo e estreito mas revestido de esperança. Maggie O'Farrell não poupa os seus personagens, que tão bem descreve e anima. Neste livro, brinda-nos com sentimentos de raízes profundas, escritos de forma simples mas em nada simplista. As descrições, a 2 tempos separados por 60 anos, estão bem introduzidas e os diálogos gozam de uma boa dose de naturalidade.


"Provara ser um bom amante (...) Atencioso sem ser demasiado deferente, apaixonado sem ser peganhento."

"Somos todos (...) meros vasos por onde passam as identidades: emprestam-ns feições, gestos e hábitos, depois passamo-los. Nada nos pertence. Vimos ao mundo como anagramas dos nossos antepassados."

"Usava-o no dedo da aliança de casamento, como se faz as anéis de memória."

"- Larga o livro, Esme - dissera a mãe.- já leste que chegue, esta noite.
Mas não conseguia porque as pessoas no texto e a sala onde elas se encontravam prendiam-na, mas logo o pai lhe apareceu à frente, arrancou-lhe o livro das mãos, fechou-o sem marcar a página, e de repente havia apenas esta sala onde ela estava (...)"

"As palavras saíram de onde haviam estado escondidas. As mãos pareciam estranhas e inúteis sem o livro (...)"

2 comentários:

Maria Pereira disse...

Não li ainda este livro mas acho q o vou ler por tua recomendação

Bjs e bom fim de semana

Time Traveller disse...

Fazes muito bem, Maria :)