sábado, 11 de agosto de 2012

Verão Ciano - parte I


Há verões assim.
Azuis esverdeados, verdes azulados.
Verões cheios de céu e mar.
De peles brancas que se bronzeiam na brisa salgada.
De praias desertas e golfinhos a meia dúzia de braçadas.
Verões que seguem a passo lento e parecem não ter fim.
Que fazem lembrar as saudosas "férias grandes".


Pequenos-almoços ao ar livre...


Sestas depois de almoço...


Leituras leves...


E um muito preguiçoso rafeiro alentejano que prefere a sombra do guarda-sol às ondas frescas e salgadas!

Sem comentários: